Buscar
  • msbitucas

Movimento brasileiro faz parceria internacional para ação sobre bitucas de cigarro no domingo 21/07

Atualizado: 2 de Ago de 2019

Natalia Zafra Goettlicher - 19/07/2019


O movimento Mundo SEM Bitucas há mais de três anos faz ações educativas para conscientizar fumantes e não fumantes sobre os impactos socioambientais, que as bitucas de cigarro descartadas incorretamente causam em nosso meio ambiente. Mas, desta vez, será diferente, pois a idealizadora do movimento, Natalia Zafra Goettlicher, fez parceria com um movimento internacional chamado “No más colillas en el suelo”, idealizado por Miquel Garau Ginard, o qual possui o mesmo propósito de chamar atenção ao problema das bitucas (colillas em espanhol) descartadas no chão de nossas cidades sejam elas nacionais, espanholas ou em qualquer outro lugar do mundo.

A ideia inicial era fazer a ação apenas em São Paulo, mas com a existência da rede Mundo SEM Bitucas surgiu interesse de outros parceiros multiplicarem a ação em outras cidades simultaneamente e, em consequência, resultaram em mais de 20 cidades fazendo a mesma ação de caça às bitucas para construção da “Montanha da Vergonha” (nome da campanha internacional). Sendo estas 17 cidades representando todas regiões do Brasil e mais 5 cidades dos Estados Unidos, Espanha e Nova Zelândia.


Impactos socioambientais

São quase 9 mil substâncias tóxicas que formam esse pequeno e gorduroso resíduo: a bituca de cigarro. Por ser pequena e parecer indefesa, é comum ver pessoas jogando bitucas nas ruas sem o menor constrangimento. Mesmo pequeno e imperceptível, esse material é capaz de trazer graves consequências ao meio ambiente, como contaminação do solo, rios e córregos, entupimento de tubulações e bueiro, enchentes e incêndios entre as estações secas, provocando danos ambientais imensuráveis. Por isso, é fundamental que as bitucas sejam descartadas corretamente e passem pelo processo de reciclagem.

Movimentos envolvidos: Mundo SEM Bitucas e No más colillas en el suelo

Mundo SEM Bitucas – o movimento brasileiro nasceu do incomodo da administradora Natalia Zafra Goettlicher de ver as bitucas de cigarro jogadas nas ruas e calçadas da capital paulista em 2015. Desde então, busca conscientizar fumantes e não fumantes sobre os impactos socioambientais, que este resíduo tóxico causa no nosso ambiente por meio de mutirões de limpezas, oficinas educativas e palestras focadas na educação ambiental.

No más colillas en el suelo – o movimento espanhol nasceu em 2018 em Barcelona, idealizado por Miquel Garau Ginard, educador físico, e hoje há multiplicadores da “Montanha da Vergonha” pelo mundo todo.


Cidades que farão a ação neste domingo dia 21 de julho de 2019:

Arujá - SP / Belo Horizonte – MG / Cuiabá – MT / Guarulhos-SP / Lages-SC / Manaus – AM / Nova Friburgo – RJ / Poços de Caldas – MG / Ponte Alta – SC / Recife – PE / Rio de Janeiro -RJ / Santos-SP/ São José da Coroa Grande- PE / São Paulo-SP / Saquarema – RJ / Viçosa-MG / Vitória-ES / Auckland – NZ / Fort Lauderdale - Florida – USA / Philadelphia - Pennsylvania - USA/ Villar Real – Espanha



0 visualização

Assine nossa newsletter e fique por dentro!

CONTATO

T: (11) 2368-8510

F: (14) 99722-4254

E: msbitucas@gmail.com